Hoje estou com o coração apertadinho

Novembro 30
No comments yet

Olá, olá! Hoje estou com o coração apertadinho. Não há coisa que me deixe mais desorientada do que ver uma das minhas filhas sofrer, assim como acontece a qualquer mãe. E hoje deixei a minha filhota mais crescida na escola meio chochinha e a precisar do miminho da mãe. Eu sei que não é nada de grave, mas só me apetece ir buscá-la, trazê-la para o meu colinho e fingir que nenhuma de nós tem obrigações!

Ontem ao final do dia fomos as três ao dentista, uma verdadeira aventura a três. Apesar de elas já lá terem ido algumas vezes e até hoje ter corrido sempre bem, todos sabemos que ir ao dentista nunca é um programa muito apetecivel. A caminho do consultório começaram as negociações entre as piolhas, claro que eu era a primeira a ser atendida, mas lá tinham de decidir quem iria ser a segunda. A princesa mais nova, que normalmente faz grandes fitas, chegou decidida, saltou para a cadeira e alterou a ordem combinada. Pediu todas as explicações, do que a dentista lhe ia fazer, para que servia cada um daqueles instrumentos, de forma a que ficasse bem confirmadinho que a dentista não lhe ia “espetar” nenhuma agulha. A dentista é uma querida, super paciênte, fala imenso com elas, dá-lhes máscaras, deixa-as ser ajudantes, tudo para as tranquilizar e descontrair.

Em ultimo lugar foi a Mafi, já com dentes definitivos para arranjar. Combinou-se que faziamos um por sessão para não custar muito, mas mal a dentista começou com a broca (essa máquina terrivelmente assustadora que não entendo como ainda não inventaram nada melhor!), a princesa começou com dores, numa choradeira horrorosa e com a boca a tremer de nervos. Coitadinha da minha princesa! Lá a acalmei e convenci a continuar, fiz com que se risse e enchesse de coragem para acabar o tratamento. De repente, toda decidida deitou-se na cadeira, disse que queria continuar e lá acabou o tratamento. Mas ficou até hoje meia dorida, a precisar dos mimos da mãe e a mãe a precisar dos abraços dela, pelo menos para sentir que já está melhor.

Coração de mãe sofre!!!! 🙁

Beijinhos,
Mónica

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *