Liliam Fashion Week in London
  • 20 March 2015

  • 09.00 - 16.00 (Monday Free)

  • 21 King Street, Melbourne Victoria 3000 Australia See in Map

  • Nullam quis risus eget urna mollis ornare vel eu leo. Vestibulum id ligula porta felis euismod semper. Duis mollis, est non co.

  • Read More

Os Adultos vão ver o dentista… As crianças vão ver o Smappy! por Pedro Coelho

Novembro 25
No comments yet

Muitas são as vezes em que percebemos que as idas ao dentista podem tornar-se em verdadeiras aventuras, não no seu sentido mais lúdico, mas sim num verdadeiro desafio para os pais que tentam, entre os seus próprios medos e receios, convencer os mais pequenos de que a consulta com o médico dentista existe para seu próprio bem.
Ao longo de várias gerações, o medo do dentista tem sido incutido de pais para filhos, e apesar de, hoje em dia, grande parte dos profissionais estar desperto para esta realidade e trabalhar no sentido de desmistificar as idas ao dentista, na sociedade em geral este paradigma ainda é evidente. Ora, se temos receios, é bastante natural que os passemos para os mais pequenos, mesmo que de forma inconsciente.

É neste sentido que a confiança se torna um pilar basilar para o sucesso de qualquer clínica ou profissional de Medicina Dentária, bem como para qualquer pessoa que deseje manter uma saúde oral em perfeitas condições.
Os cuidadores, são o modelo máximo de confiança para qualquer criança. Em que sentido pode a sua postura, alterar a forma como a criança vê a ida ao dentista ou a consulta em si? Em todos!
São os cuidadores quem estabelece a ponte entre a criança e o seu primeiro contacto com o médico dentista, e por isso existem algumas dicas que pode começar a colocar em prática!

Elimine todas as expressões negativas relacionadas com os dentes, dentistas, doces, ou as famosas “picas”.
São muitas as vezes em que ouvimos entre família sobretudo: “se comeres muitos doces, ficas com os dentes estragados, tens dores e tenho de te levar ao dentista”. Isto está totalmente errado, pois as idas ao dentista não devem acontecer só quando existe dor e a criança por sua vez, irá inevitavelmente associar a dor à ida ao dentista. De acordo com a nossa experiência, é muito mais fácil tratar uma criança que não faz ideia em que consiste a consulta dentária, do que a que já vem condicionada por ideias pré-concebidas. Todas as informações negativas integradas no subconsciente da criança refletem-se no momento do tratamento, qualquer que seja o procedimento em causa.

Por estarmos atentos a toda esta azáfama que envolve a ida dos mais pequenos ao dentista, nasceu o Smappy, a nossa mascote, cujo nome resulta da junção das palavras Smile e Happy, inserido no conceito de KIDS CARE, que nos permite prestar serviços de excelência totalmente direcionados para os mais pequenos, com profissionais qualificados para o efeito.

Conseguimos de facto, criar condições para que a consulta se torne em algo divertido, em que as crianças têm um papel mais participativo, e tudo é feito ao seu ritmo, respeitando o seu espaço e nunca esquecendo que cada criança é única e particular!

A prevenção é o melhor caminho. Por que não o percorrer da forma mais agradável possível?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *