As principais causas dos ciúmes

Dezembro 16
9 Comments

Olá, olá! As principais causas dos ciúmes depois de identificadas, podem mais facilmente ser controladas. Apesar do factor auto-estima estar no centro de algumas inseguranças, quando há certas razões reais, é impossível não termos ciúmesA mulher mais confiante pode ser levada à loucura só por não conseguir distinguir entre as razões legítimas e as que derivam apenas da sua insegurança.

ciúmes 8

Um coisa é certa, os ciúmes são muitas vezes a razão do rompimento de namoros, casamentos e por vezes até amizades. Todas nós já passámos por eles, seja através dos ciúmes que nós próprias sentimos ou com base naqueles que sentem de nós.

Vamos lá então perceber quais as principais causas dos ciúmes…

Insegurança

ciúmes

A insegurança é a maior inimiga das relações e pode desencadear um rol de ciúmes sem qualquer fundamento. A nossa auto-estima deve ser trabalhada diariamente, por forma a nunca nos deixarmos ir abaixo. Temos de investir em nós próprias para nos sentirmos mais auto-confiantes, seja a nível intelectual ou físico. Quanto mais em baixo nos sentimos, menos confiança temos no amor do nosso parceiro. E não havendo essa preciosa confiança aparecem os ciúmes, por tudo e por nada.

 

Pode ser apenas uma fase

ciúmes

Qualquer mulher tem diferentes fases de humor e a maneira de vermos o nosso príncipe pode variar, conforme o nosso estado de espírito. Na fase em que se inicia uma relação, ou na que se tem os primeiros filhos, ou naquela em que se diz o sim ao casamento, ou quando um dos membros do casal arranja um novo emprego ou muda de escola…, são tudo fases em que nos podemos sentir mais ciumentas. E depois da poeira assentar, tudo volta ao normal. (excepto nas mulheres com tendência acentuadas para alimentar ciúmes).

 

Mentira

ciúmes

A mentira é uma das principais causas dos ciúmes, talvez até a mais comum em todo o planeta. Por mais “pequena” que seja, a mentira gera desconfiança e insegurança. Mesmo que não tenha directamente a ver com uma traição física, a mentira leva naturalmente qualquer mulher a desconfiar do marido ou namorado. O pensamento lógico, depois da mentira descoberta, dirige a imaginação da mulher para possíveis aventuras fora da relação. Nestes casos, deve testar-se o conjugue de maneira a descobrir rapidamente se foi um ato isolado, ou é apenas uma ponta de um enorme lençol de mentiras…

 

As amigas dele.

ciúmes

Quando o nosso homem tem muitas “amigas” com quem se dá bem, pode ser complicado dominar os nossos “impulsos ciumentos”.  No entanto, todas sabemos que há amigas e amigas. E quando são mulheres lindas e charmosas, o problema pode tornar-se bastante maior. É uma guerra interior difícil de vencer, especialmente quando as amigas já o eram, antes de você conhecer o seu apaixonado. Nestes casos, o bom senso é a palavra de ordem. Quer da nossa parte, quer da parte das “amigas” dele. É importante que elas não sejam demasiado invasivas (que é como quem diz, é bom que não se estiquem), da mesma forma que é imperativo que tentemos dar espaço, para o nosso marido ou namorado não ter de perder antigas amizades.

 

Trauma de infância 

ciúmes pai natal

Se uma mulher cresce com um pai infiel à sua mãe, ou a ver o pai cortejar mulher atrás de mulher, ou a trocar de namorada como quem muda de camisa ou até a enganar a pessoa com quem vive, o factor ciúme fará parte do decorrer da vida. Com uma infância deste género, as mulheres passam a ter tendência para sentir ciúmes em todas as relações amorosas, ou a provocar ciúmes a quem as ama. Normalmente não se apercebem da origem do problema sem a ajuda de uma psicóloga.

 

Medo que ele seja como você é

ciúmes mulher vende-se

Se andámos a fazer asneiras, ou mesmo que nunca tenhamos sido infiéis, basta termos vivido uma adolescência mais “generosa” no que diz respeito ao número de parceiros, para poder ser bem possível que surjam ciúmes repetidamente, mesmo não havendo qualquer fundamento. Há quem negue, mas está mais que provado, qualquer mulher projecta inconsciente no seu parceiro, os seus próprios pecados. Se traímos, temos medo que nos traiam, pois lembramo-nos constantemente que se fomos capazes de tamanho erro, o nosso parceiro também é. Há também aquele caso em que o nosso príncipe encantado resolve contar-nos todas as aventuras amoras do passado, com os detalhes picantes incluídos e aí, como é óbvio, resulta invariavelmente em ciúme, mais ou menos controlado. Por mais confiantes que sejamos, o ciúme nasce dentro de nós, em proporção a certas situações a que nos sujeitamos.

 

Ser possessiva

ciúmes

Se é possessivo com o “seu rapaz” então o caldo está entornado. Qualquer saída da rotina poderá ter como consequência o ciúme desmedido. O sentimento de posse sobre outra pessoa convive de lado a lado com o ciúme provocado por constantes desconfianças. Como ninguém é de ninguém, quem pensa que possui outra pessoa acaba por se desiludir e sentir revolta por razões ligadas a uma enorme falta de bom senso. 

 

Resumindo, o mais importante é tentarmos sentir confiança na pessoa que amamos. É preciso ver as coisas pela positiva, até haver uma real prova em contrário. Para amar é preciso confiar. E não pode o nosso actual namorado, ou marido, pagar pelos erros do sogro ou dos ex-namorados que nos traíram. Por outro lado, uma boa comunicação entre o casal pode anular muitas destas causas. Acumular ciúmes dentro de nós, não serve de solução. Se os sentimos, devemos falar sobre eles antes de chegarmos a níveis de desespero.

Julgo que todas estas causas formam a explicação para o facto de todas nós sermos ciumentas. Eu sou ciumenta, aqui me confesso. 😉 Sempre fui e acho que sempre serei. Mas, por mais razões que me levem a ser ciumenta, tem sido uma guerra que tenho vencido. Sou eu que controlo os ciúmes e não são eles que me controlam a mim.

Gostava de saber se alguma de vós já passou por uma situação de ciúmes extremos, para depois vir a perceber que não tinham fundamento. Já vos aconteceu? (a mim, já)

Até já

Beijinhos,

Mónica

NOTA – LEIA TAMBÉM UM DESTES POSTS:

Coisas nos homens que me irritam e no meu marido não são excepção!

Casamentos mais caros do mundo

Maiores Montanhas Russas do Mundo – TOP TEN MUNDIAL

Medos todas temos. Conheça os maiores

As mulheres mais velhas a dar à luz um bebé

4 PASSOS PARA UMA BOA RELAÇÃO!

6 SINAIS DE PERIGO NUMA RELAÇÃO

Criança de 6 anos! Difícil de acreditar!

“O teu namorado de 16 anos não é nervoso, é uma besta”

  1. Paulo

    Maio 11

    Neste caso, que se fala de mulheres, na minha opinião, eles teriam o papel mais importante para “acabar” com os ciumes.

  2. Isabel

    Agosto 12

    Já fui insegura e já cometi muitos erros , neste momento e passados muitos anos estou serena e confiante em mim mesma, tenho uma relação em que conversamos de tudo , somos amigos, companheiros e amantes. Posso dizer mesmo que não sou uma mulher ciumenta.

  3. Vera

    Março 6

    Cada vez mais acredito e dou razão ao provérbio: “Quem não se fia não é de se fiar.” portanto, quando há alguém muito ciumento é porque pensa que o outro é igual a si e pratica o mesmo tipo de atos.

  4. Ideias e mais ideias… Ciumes todos nós sentimos e tem o seu lado positivo e negativo, aliás como tudo. Eu por exemplo, acredito na lei do retorno, fazemos, seremos duma forma ou de outra, brindados com algo que nos vá magoar, mesmo que não seja traição física. Eu confio na minha intuição, e digo que acerto sempre. Qdo ouvimos a nossa voz interior, nunca nos enganamos…Ou algo está a acontecer, ou vai acontecer e prepara-mo-nos para defender o que quer que seja ou então assumir a dianteira do processo, estar um passo à frente.

  5. Sou ciumenta e sou possessiva e sou controladora e já cometi loucuras por causa disso. Quando achava que já tinha passado, que era coisa da idade, não, continua tudo aqui. Deve ser por realmente ter um pai que passa a vida a trair a minha mãe e a humilhá-la…. não sei, mas tem dias que me apetece matar gente!

  6. Sinceramente minha,namorada e ciumenta por causa do zap e face.. Como sofro com isso!!

  7. Em geral as Mulheres merecem respeitosamente o nosso respeito e não devemos trata-las de forma ignorante.

  8. As Mulheres devem ser respeitadas e Amadas pelo marido, e trata.las de forma bruta.

  9. Mark Margo

    Dezembro 17

    Lol
    mto giro
    Mark Margo
    http://www.markmargo.net (entretenimento e cinema)

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *