DICAS DE COMO ESCOLHER OS SEUS JEANS

Dezembro 3
No comments yet

Olá a todas!

Já aqui tenho descrito o bom que é usar calças de ganga e as diferentes ocasiões em que as podemos usar. Mas é igualmente importante escolhermos bem o modelo das calças, de maneira a garantirmos que estamos sempre giras e confortáveis. Para cada pessoa e fisionomia de corpo existe um modelo de calças que favorece mais, menos ou muito menos.

O primeiro aspecto a ter em consideração é o tamanho das calças, deve escolher um número que lhe fique justo, pois a ganga é um tecido que tem tendência a alargar. Mas atenção, não compre demasiado apertado, se não o que vai sobresair são as imperfeições que preferimos disfarçar.

As mais magras, este ano, estão cheias de sorte, pois as calças de cintura subida estão em alta e são o ideal para dar mais volume às ancas! Calças com bolsos de lado também são uma óptima escolha.

As jeans ideais para as mais cheinhas são as que têm o corte a direito, pois torna o tamanho das ancas mais proporcional ao resto do corpo. A cor também pode ajudar quanto mais escura for a ganga melhor… julgo que todas sabemos as cores mais escuras fazem com que se pareça mais magra. Modelos skinny devem ser evitados.

Para as mulheres mais altas, a possibilidade de modelos é maior, desde as de corte a direito, boca de sino às skinny, todas são permitidas. Uma dica, as calças de cintura descaída criam uma imagem mais equilibrada do corpo e pernas.

Para as mulheres de estatura mais pequena, o modelo ideal é o com corte a direito, pois é aquele que lhe dá mais centímetros às pernas sem que provoque a ideia de um tronco pequeno. É também importante a cintura das calças não ser demasiado descaída, nem demasiado subida, para não reduzir o tamanho das pernas ou do tronco. As aplicações nas calças, principalmente as maiores, são de evitar pois desviam a atenção da altura que as calças lhe dão.

A ideia é conseguir o corte perfeito para o seu tipo de corpo e divirtir-se a escolher as suas jeans… para as pedir ao Pai Natal!

Beijinhos,

Mónica



O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *