Enxoval do Bebé, o que é realmente necessário

Fevereiro 6
No comments yet
Olá, olá! Enxoval do Bebé, O que é realmente necessário. No nascimento da minha primeira filha foi um descontrole total! Entre o meu entusiasmo com o nascimento de um primeiro filho, a falta de noção do que é realmente necessário e a histeria dos avós com a primeira neta, ela tinha mais um roupa no armário do que eu, sapatinhos de todas as cores… um verdadeiro exagero! Conclusão, houve cueiros que nem os vestiu.
A segunda acabou por usar as coisas da primeira, apenas com algumas adaptações porque uma nasceu na primavera e a outra no outono. Mas agora, 10 anos depois estou bastante mais racional e comprei apenas o que é realmente necessário e sei que vou utilizar. Ficam aqui algumas dicas que me dão jeito.
Roupa
Tamanho 0 – a não ser que saibam que o vosso bebé vai ser mesmo pequenino, não vale a pena comprar. Vai usar durante 15 dias e deixa de servir num instante. Mais vale comprar para 1 mês ou de 1 a 3, mesmo que esteja um bocadinho grande ao início, num instante fica bom.
Bodies com abertura à frente – são muito mais práticos dos que se têm de vestir pela cabeça. Acho que este é daqueles pormenores que vale mesmo a pena.
Cueiros – para os recém nascidos são super práticos! Basta levantar o vestido para mudar a fralda e mesmo no inverno com uns collants por de baixo é suficiente.
Macacões com pés – está é a minha peça preferida para o vestir (visto que é um bebé de inverno). Não tenho de estar a pôr não sei quantas peças, basta um bodie e uns collants por baixo e fica sempre quentinho.
Gorro que proteja os ouvidos – essencial para os passeios, mantém a cabeça quentinha e protege os ouvidos.
Nota – não vale a pena comprar quilos de roupa para os primeiros meses, eles crescem muito rápido e deixa tudo de servir num instante.
Produtos de puericultura
Biberons – mesmo para quem quer dar de mamar, muitas vezes não conseguimos a amamentação em exclusivo, por isso mais vale comprar biberons. O meu conselho é não comprarem dos mais pequenos porque em dois meses estão a beber 150ml e esses já não vão servir. Essencial também é um doseador para levar o leite quando vamos passear.
Esterilizador e aquecedor de biberons – super práticos para esterilizar todos os biberons em alguns minutos, sem correr o risco de derretê-los (como acontece por vezes a quem os esteriliza na panela). O aquecedor é óptimo para ter na mesinha de cabeceira a meio da noite. Eu uso os da Bebé Confort e adoro!
Berço next to me – uma óptima aposta para termos o nosso bebé mesmo ao lado na cama. Uma grande ajuda, principalmente para as mães com partos de cesariana, que os primeiros tempos custa muito a levantar. E já existem várias opções no mercado, umas mais acessíveis do que outras.
Um bom carrinho – não há nada mais chato do que um carrinho pesado, difícil de abrir e fechar e pouco prático! O ideal é apostar num carrinho que tenha o trio (alcofa, ovo e o banco para quando já são mais crescidos), a longo prazo torna-se mais económico e não temos de estar a comprar, por exemplo, a alcofa à parte. Eu uso o Quinny Moodd e gosto muito!
Almofada de amamentação – este é um daqueles produtos que achava que não valia a pena, mas agora sou a maior fã! Dá muito conforto quando se está a amamentar e também serve de encosto para o bebé.
Intercomunicador – essencial para ouvirmos o bebé para quando não está ao pé de nós.
Canguru ou slim – não sou muito de passear na rua com ele ao colo, prefiro no ovo que vai mais quentinho. Mas ajuda imenso para conseguirmos fazer as tarefas em casa com eles coladinhos a nós.
Espreguiçadeira – óptimo para quando o bebé já gosta de olhar para o mundo. A minha é da Tiny Love e o baby adora lá estar, tem música, vibra e tem uns amiguinhos pendurados para eles começarem a interagir.
Para o carro – o Izofix é óptimo para prender o ovo, mais prático e seguro e um espelho para conseguirmos ver o bebé.
Saco de passeio e muda fraldas – saco giro de passeio para transportar toda a tralha e um muda fraldas.
Fraldas de pano – boas para limpar a boca ou para os aconchegar na hora de dormir.
Fraldas – o mesmo conselho que a roupa tamanho zero. Esqueçam as número um, mais vale comprar as 2 e não se aventurem em grandes quantidades ou arriscam-se a ficar com stock.
Cremes – muitos cremes hidratantes, creme de banho, creme muda fraldas e água de limpeza de fralda. Uso os da Barralele dá-se muito bem.
São estas as minhas sugestões de produtos para os primeiros meses. E não se ponham em loucuras, que não vale realmente a pena.
Beijinhos,
Mónica

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *