Fazer anos não é só festa é também tempo de decisões

Agosto 30
No comments yet

Olá, olá! Fazer anos não é só festa é também tempo de decisões. Segunda feira fiz 38 anos e como vos disse este é o meu momento do ano de tomar decisões e retomar ou mudar algumas coisas na minha vida, mais do que na passagem de ano.

O dia de anos foi espectacular, acordei com o pequeno-almoço na cama, com direito a todas as asneiras que eu gosto. Foi uma overdose de açucar logo para abrir os olhos, mas soube mesmo bem fazer um intervalo na alimentação saudável e deliciar-me com todos os meus pecados preferidos. Com o pequeno-almoço chegaram os primeiros presentes das minhas princesas e do meu marido, uns comprados, outros feitos por elas que são sempre especiais.

Apetecia-me mesmo passar o dia na praia, como já vos disse adoro praia em qualquer altura do ano, é o meu anti-stress natural. O dia estava meio cinzentão, em Lisboa chovia torrencialmente, mas resolvemos ir à mesma espreitar o guincho, que me resolveu presentear com um dia de praia fantástico! Não havia vento e estava sol, até parecia mentira! Cada pessoa que me ligava e eu dizia que estava na praia devia achar que eu estava louca mas a verdade é que o mau tempo não chegou aquele cantinho do pais.

Saída da praia fui ao hospital dar um beijinho à minha avó e depois correr para casa para nos arranjarmos todos para o jantar. O dia acabou com um divertido jantar de família no Páteo do Guincho, um restaurante de petiscos que adoro e recomendo.

O dia foi fantástico e os presentes também! Ainda não tive tempo de os fotografar para vos mostrar mas fica já prometido. Recebi coisas tão giras que tenho mesmo de partilhar convosco!

Mas o dia não foi só passeio e convívio, foi também momento de decisões, que quero começar já a implementar:
– Voltar ao ginásio – Esta altura das férias acabou por cortar a rotina mas agora é para voltar em grande força!
– Começar um novo desporto – Estamos sempre a tempo de aprender algo novo e fazer anos deu-me uma vontade enorme de aprender um desporto novo.
– Organizar a minha vida para ter mais tempo para mim – tenho o defeito de organizar a minha vida em função das necessidades de toda a gente e deixo as minhas para ultimo, mas este ano vou tentar pensar mais em mim.
– Passar mais momentos só a dois – super importante e não pode ficar para segundo plano
– Combinar mais coisas com as minhas amigas – o meu “anti depressivo” preferido, conversar até às tantas com palermices e muita gargalhadas à mistura.
– Trabalhar ainda mais para chegar aos meus objetivos e continuar a concretizar sonhos.

Olhando para esta lista, que não é assim tão grande, vejo que as decisões são todas a pensar em mim, mas acho que preciso mesmo de parar e olhar mais para mim como pessoa e mulher. Sem sentir culpa por isso ou achar que sou egoísta! Porque se não fizer este stop para me colocar na lista de prioridades, já sei que no dia-a-dia lá vou parar ao final da lista.

Beijinhos,
Mónica

 

Look: Saia e Top Lanidor

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *