“Mãe adoro dançar, depois da família é o que eu amo mais na vida!”

Julho 6
No comments yet

Olá, olá! “Mãe adoro dançar, depois da família é o que eu amo mais na vida!”. Esta foi a frase que ouvi ontem da minha piolha mais nova e que me comoveu, uma verdadeira ternura! Eu sei que ela adora dançar, desde que anda que me lembro de a ver dançar, aos 3 anos pediu para a inscrever no ballet, todos os dias nas nossas “viagens” de carro vai a escolher músicas para fazer coreografias quando chega a casa e passa tardes e tardes a dançar… Na semana passada teve o sarau do ballet, quando saiu estava com 38 de febre e cheia de dores de garganta, mas só se queixou quando acabou o espetáculo, foi forte e decidida a cumprir o seu sonho até ao fim. E ainda por cima a miúda tem jeito, quando fez este ano a aula experimental de ballet na escola, a professora veio falar comigo porque achava um desperdício ela ter aulas ali, com a vocação que tem, eu devia inscrevê-la numa escola de dança. E assim fiz, está desde o princípio do ano numa escola de dança completamente “à séria”! Mas eu sempre achei que era um entusiamo, como a irmã tem pela ginástica, gosta mas não é nenhum exagero, até ao dia em que me veio pedir para ir para o Conservatório e não imaginam o desgosto quando lhe disse que essa escola era só a partir do 5º ano.

dançar

Claro que ainda é muito nova e pode mudar de ideias, mas uma criança de 7 anos estar a escolher o que quer fazer para o resto da vida assusta-me imenso! Claro que mesmo indo para o Conservatório pode ir para outras áreas, mas acho um ensino tão específico que me aterroriza bastante! Bem, por um lado é melhor do que ter 25 anos e não saber o que quer fazer da vida, como muita gente, mas com 7 estar a decidir o futuro também é assustador! Sei que ainda tenho (temos) dois anos para decidir se vamos aceder a este pedido ou para ela mudar de ideias. Mas sinceramente não sei o que fazer, também não quero “cortar as pernas” a um futuro promissor ou a uma carreira de sonho.

E vocês, conhecem alguém que tenha decidido tão cedo o seu futuro? Como correu?

Beijinhos,
Mónica

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *