“O Mamute”, testemunhos impressionantes na TVI

Fevereiro 7
2 Comments

“O Mamute”, testemunhos impressionantes na TVI

Olá a todas. Até hoje nunca me referi neste blogue à história das praxes nem ao drama que todas temos vinda a acompanhar. Mas, hoje impressionou-me a reportagem que vi na TVI (link no final do post) e não posso deixar de vos contar alguns episódios da minha vida.

mamute

Tive vários amigos que andaram na Lusófona e enquanto eu estava no IADE visitei várias vezes aquela faculdade. Mais tarde, eu própria tirei lá a minha pós-graduação em gestão de Eventos. Nunca, mas mesmo nunca, ouvi falar em praxes duras na Lusófona. Nenhum dos meus amigos foi praxado e eu muito menos. Fui praxada no IADE e conheci as minhas melhores amigas durante as andanças desses dias. Nunca fui humilhada nem nada que se parecesse com qualquer tipo de agressão. Foi tudo muito divertido e havia brincadeiras para todos os gostos. Nunca vi ninguém a ser obrigado a nada. Claro que houve brincadeiras mais extremas e lembro-me bem que só alinhou quem quis. Uma dessas pessoas foi o meu amigo Fred. Mandaram-no entrar na água da fonte do Rossio e lá foi ele. (acho que até ratos tomam lá banho, um nojo, mas acabou por ser cómico e divertido para todos). Este meu amigo ficou assim conhecido em toda a faculdade e foi nomeado o “rei da praxe” daquele ano. Ainda hoje me lembro dos cânticos e da emoção que senti ao conhecer aquele gente toda.

mamute2

É um impacto enorme para qualquer pessoa daquela idade que vem de um ambiente completamente diferente, muito mais familiar, e de um porto seguro dá-se um enorme salto para o meio do mundo universitário. Quase que de um dia para o outro fica-se a conhecer centenas de pessoas diferentes, simplesmente por causa da interactividade que se vive nas praxes. Nunca andei trajada na faculdade e várias das minhas amigas compraram tudo a rigor. O traje do IADE é no mínimo original pois é formada por um kilt e uma camisa branca. Os rapazes ficavam e imagino que ainda fiquem… um mimo 😉

Sinto por isto um grande contraste com a reportagem de hoje. “Como é que alguém se sujeita a este tipo de coisas?” Eu acho que existe explicação clínica para o sucedido. Isto não foi só algo apenas de foro cultural. As praxes fazem parte da nossa cultura estudantil. A loucura e o risco a que certas pessoas se sujeitam já deve ser distanciado para outro patamar. E agora vão julgar o Dux. Não faço ideia se houve outras pessoas mais velhas envolvidas mas acho o próprio “Mamute” com idade para estar no mercado de trabalho há uns bons dois ou três anos.

mamute3

 Mas não acredito que dê em qualquer tipo de condenação. Será sempre discutível a questão do “obedecer” ao seu superior hierárquico, não sendo aquela uma estrutura militar. Se eu mandar uma colega minha saltar para dentro de um poço e ela obedecer, afogando-se três minutos depois, serei eu responsável criminalmente pelos actos da minha colega? Ainda por cima com um termo de responsabilidade assinado previamente…

Enfim, muita coisa ainda por explicar. Deixo-vos então novos factos e opiniões dos testemunhos revelados pela TVI, clique AQUI

Beijinhos,

Mónica

 

  1. Catia

    Fevereiro 7

    Sempre achei as praxes uma parvoice e certo e peco desde ja desculpa a quem nao tem a mesma opiniao e foi praxado mas a verdade e que tbm nunca fui por isso nao tenho termo de comparacao contudo sei que no que diz respeito a esta historia toda ( que ja enjoa ) estamos a falar de adultos com 20 anos e mais no meu tempo por essa altura ja trabalhava a tres anos por isso nao me parece que ninguem fisse inocente nesta historia e nao me parece certo deitarem as culpas para cima da unica pessoa que sobreviveu, conpreendo a dor dos pais pois tbm tenho um filho e nao quero sequer imaginar o que seria mas acho repudiante a comunicacao social aproveitar a dor dos pais para ” encher chouricos” nos noticiarios. A mando ou pelo proprio pe todos eles eram maiores de idade e grandinhos para saberem dizer nao pois com essas idades tbm sao grandinhos para andarem nas bebedeiras e drogas e outras coisas como eu bem os vejo assim sendo nao axo que o tal “dux” tenha culpa e axo que ja e tempo da comunicacao social parar com a palhacada e deixar estes pais fazerem o seu luto em paz. Quanto ao ” dux” se fosse a familia dele ja tinha processado meio mundo pois o rapaz ja foi apelidado e acusado de tanta coisa que deve desejar ter morrido tbm!

  2. Carminho

    Fevereiro 7

    Parece que o dux foi hoje ouvido!!! Quase 2 meses depois…??? Segundo diz, foi acidente. Estavam todos sentados na areia quando surgiu a onda… Eu tb. acredito no Pai Natal!!!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *