O melhor restaurante do mundo!

Agosto 7
4 Comments

Olá, olá! Ontem estive no melhor restaurante do mundo e cá estou eu para vos contar tudo em pormenor. Á chegada, fui presenteada com um Mojito (uma das minhas bebidas alcoólicas preferidas) e pediram-me para inserir o meu dedo (indicador), da mão direita, num pequeno aparelho ligado a uma grande máquina. Demorou apenas 10 segundos e enquanto me explicavam a razão daquele exercício ia saindo um papel gigantesco como se aquilo fosse uma impressora. Terminados os curtos segundos, apareceu um modelo internacional (lindo e conhecido de todas nós) com uma espreguiçadeira telecomandada, assente em 8 rodinhas de borracha. Pediu-me delicadamente que me acomodasse no cadeirão e assim o fiz. Mal me sentei a espreguiçadeira começou a dirigir-se para uma terraço enorme, vazio, apenas com duas ou três zonas de sombra e uma imensa vista para o mar. Enquanto isso, apareceram 4 senhoras que me explicaram estarem lá para me servir a nível de cabelos e maquilhagem. Aceitei  mimo e deixei que retocassem a pintura das minhas unhas e o meu penteado. Quando me prontifiquei a explicar a ideia do que pretendia, as funcionárias do melhor restaurante do mundo disseram-me que não seria necessário pedir fosse o que fosse, pois todas elas sabiam bem aquilo que me estava apetecer naquele momento. Incrédula, resolvi testar a dita filosofia da casa e fui surpreendida pela positiva em todos os detalhes. A mesa que vieram montar, minutos depois, tinha o meu padrão de toalha preferido, era do material que me fez lembrar os jantares em casa da minha avó, e a espreguiçadeira começou a transformar-se numa autêntica poltrona dotada com dois botões, um para activar as massagens de costas e outro para fazer disparar uma pequena antena com umas mandíbulas que me acariciaram o couro cabeludo enquanto terminava o Mojito. Ainda sem acreditar no que estava a acontecer, olhei em volta à procura de alguém que me pudesse esclarecer um pouco melhor sobre o que poderia, ou não, almoçar. Mas, nesse exacto segundo, surgiram 12 manequins masculinos, cada um com um prato diferente.

melhor restaurante do mundo

Ao exporem os pratos na mesa, apercebi-me que se tratava, nada mais nada menos, das minhas iguarias preferidas, algumas das quais já quase esquecidas por mim. Afinal “aquilo do dedo” funcionava mesmo, tinham tirado por completo o meu perfil de gostos pessoais e tudo batia certo num formato surpreendente. Petisquei um pouco de tudo e apreciei os vários elogios que me foram dando. Sempre que algum dos manequins se aproximava ou as próprias cabeleireiras e/ou maquilhadoras, lançavam-me sempre um enorme elogio: “Que bem que lhe fica esse vestido!”; “É a senhora mais bonita que alguma vez recebemos aqui no melhor restaurante do mundo?”; “Como consegue manter esse físico perfeito?”; “UAU, a senhora é realmente muito bonita, parabéns”, etc, etc. Assim que terminei o almoço, depois de me deliciar com doces tradicionais de inúmeros países, todos eles cozinhados com os melhores dos ingredientes, apeteceu-me um café, pensei eu… Mas não, afinal o que me apetecia realmente era um Nespresso de Caramelo e só me apercebi deste meu sincero apetite quando o vi a chegar, trazido pelo George Clooney (10 anos mais novo) e respectivo charme em pessoa.

nespresso

 

Mas o melhor ainda estava par vir… O melhor restaurante do mundo não cobra um único euro a todos aqueles que não tenham vontade de pagar. É tudo tão perfeito, tão perfeito que a palavra “Conta” só surge quando os clientes são reais milionários. Todos os outros (como eu) não pagam e ainda recebem o valor de custo do almoço, entregue à saída, num envelope selado.

De repente, o meu telemóvel começou a tocar e era o meu marido. Atendi em sobressalto e apercebi-me que tinha estado a sonhar. Afinal, o melhor restaurante do mundo só existe no melhor sonho do mundo e eu só fiquei chateada por não saber como continuaria o sonho…pois imaginei que logo a seguir iria visitar o melhor SPA do mundo…e, por imposição do meu querido e inconveniente marido, fiquei a meio da viagem. Agora, já bem acordada, estou um bocadinho envergonhada por ter sonhado com o George Clooney e os seus coleguinhas manequins…sendo eu uma mulher bem casada…mas afinal, ninguém controla aquilo que sonha, certo? 🙂

Beijinhos, até já,

Mónica

  1. Carminho

    Agosto 7

    Hehehe!!! Mas como sabe bem sonhar!!!

  2. E eu acreditar na historia do melhor restaurante do mundo… se calhar num futuro algo deste genero irá surgir… o sonho comanda a vida… e que belo sonho… maldito telemovel 🙂 beijinho

    • Mónica

      Agosto 7

      hahahaha 🙂 Ainda bem que leu até ao fim 😉
      Beijinhos,
      Mónica

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *