Testemunhos from Brasil, dirigidos às Mulheres do Mundo (e homens)

Março 24
No comments yet

Olá, olá! Hoje trago-vos alguns testemunhos from Brasil, dirigidos às Mulheres do Mundo (e homens). Antes de mais, é importante verem já este vídeo, AQUI. Foi também assim que tudo começou. Vi o filme e tive uma vontade enorme de conhecer estas 4 Mulheres, com M gigante!

A Renata Sarmento, dinâmica como já perceberam que é, enviou-me o link por mensagem de facebook no dia Dia Internacional da Mulher. Eu, curiosa como sou, cliquei no mesmo segundo e fiquei colada ao computador até que terminasse. (volto a dizer: comecem por ver o vídeo AQUI). Logo de seguida, respondi à Renata lançando-lhe um mini desafio em vosso nome.

E pronto, conversa troca conversa, depois de um bom papo, apresento-vos a minha entrevista, às espectaculares Milena Schwindt, Juliana Garcia, Flávia Mariotto e Renata Sarmento. E, se o filme apresenta testemunhos que poderão servir de lembrete, ou até mesmo de lição, a muitas de nós (e claro, para todo e qualquer homem), com estas respostas vamos poder descobrir um pouco mais sobre estas 4 super-artistas presentes neste short movie cheio de mensagens e significados

A ENTREVISTA

10

12

1514

Testemunhos from Brasil, dirigidos às Mulheres do Mundo (e homens)

 Já se conhecem há muito tempo?

Resposta: Eu, Flavinha e Ju nos conhecemos faz um tempinho. Aproximadamente cinco anos.
Estudamos artes cênicas juntas.
Já a Mi, eu conheci há pouco tempo, mas me identifiquei bastante com a determinação dela, e a trouxe para a turma. Determinação e amor à profissão é o ponto forte do nosso grupo.

ste é o primeiro filme que fazem em homenagem à mulher?

Resposta: Sim.

Houve algo específico que vos tenha inspirado para avançarem nesse projecto?

Resposta: Sim. O simples fato de sermos mulheres já é algo bastante específico e relevante. Ainda vivemos numa sociedade regida por uma ditadura machista, onde dogmas são estabelecidos e, muitas vezes por nós seguidos, sem questionamento algum. Diferente do que acontece no universo masculino… Eles podem tudo e a qualquer momento.
Decidi escrever o roteiro por não conseguir me enquadrar em um mundo que, muitas vezes, nos trata  de forma tão desrespeitosa e inferior. Resolvi, então, chamar as meninas, não só por serem ótimas atrizes, mas também por terem o tal perfil questionador de que o filme necessitava.

ue imagem têm dos homens portugueses?

Homens cordiais, receptivos… E bonitos. (risos).

A Mulher é que Manda?

Resposta: (risos). Acredito que as decisões devem ser tomadas de forma harmônica entre homens e mulheres, devemos buscar o consenso. Gostamos de homens de personalidade forte, homens que entrem em um embate conosco, que questionem… Mas principalmente, que saibam nos respeitar. O respeito é algo valioso em qualquer relação.
Porém do nosso jeitinho, somos nós que mandamos, sim. (risos).

Por que razão acham que todos os homens deveriam ver este vosso filme?

Resposta: Não queremos apenas que os homens assistam ao nosso filme, mas também as mulheres…
E no fundo, queremos que assistam pela mesma razão. Para algumas mulheres conseguirem, não só entender que temos os mesmos direitos, que somos iguais, mas para realizarem isso, de verdade. Para que saiam da teoria e efetivem na prática. Já os homens, para que eles vejam, que temos as mesmas vontades, e que essas vontades devem ser respeitadas no tempo que nós quisermos realizá-las. Ou ainda, que também não possuímos tais vontades, e sim… Podemos não realizá-las também.  Para que os padrões sejam quebrados, pois a felicidade não deve se submeter a padrões e sim a desejos individuais.

Eu adorei o filme e vou pedir a todas as leitoras que vejam e partilhem. Estão já a preparar o próximo?

Resposta: Ficamos realmente muito felizes que vc tenha gostado, uma mulher de opinião forte, com um blog seguido por tantas de nós. Somos muito gratas pelo interesse em nos enviar as perguntas, e assim podermos expor nosso pensamento e também podermos saber o que pensam outras mulheres. Quando fizemos o primeiro, não imaginávamos que seria tão positiva a repercussão…
E diante disso, temos alguns planos de continuar o projeto, sim. Manteremos vcs informadas.

Querem deixar alguma mensagem às mulheres portuguesas?

Resposta: Sim.
Que sigam seus sonhos, sejam eles quais forem, independente do que os outros, ou ainda, as outras irão pensar. Que joguemos fora tudo o que nos prende. Que sejamos felizes da forma que nós escolhamos viver, pois a vida só vale a pena se amarmos e se respeitarmos nossas vontades e sentimentos. Que voemos! Um beijo especial a todas às mulheres portuguesas! Mulheres lindas e batalhadoras. Um beijo muito especial a Mônica que foi maravilhosa conosco.

“Não se nasce mulher, torna-se mulher.” – Simone de Beauvoir.

Muito obrigado a todas!!!!

Beijinhos,

Até já

Mónica

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *