Todos os homens deviam ler este texto!

Maio 23
15 Comments

Olá, olá! Já várias pessoas me tinham falado num texto publicado na revista americana “Identity Magazine” com o título “Um Segredo de Amor” escrito pelo actor Brad Pitt sobre a sua mulher Angelina Jolie.

 Os elogios ao texto e as recomendações para o ler foram tantas que tive mesmo de ir espreitar. Não sei se já tiveram oportunidade de ler, por isso deixo-vos aqui o texto e comento no fim: “A minha mulher adoeceu. Estava constantemente nervosa por causa dos seus problemas no trabalho, vida pessoal e das suas falhas e problemas com os nossos filhos. Perdeu cerca de 13 quilos e pesava pouco mais de 40 quilos aos 35 anos. Ficou demasiado magra e chorava constantemente. Não era uma mulher feliz. Tinha dores de cabeça constantes, dores no peito e tensão muscular nas costas. Não dormia bem, adormecia somente de madrugada e cansava-se muito durante o dia. A nossa relação estava à beira da ruptura. A sua beleza começava a abandoná-la. Tinha papos debaixo dos olhos, andava sempre desgrenhada e parou completamente de cuidar de si. Recusava trabalhar no cinema e rejeitou vários papéis. Perdi a esperança e pensava que nos divorciaríamos em breve… Foi então que decidi tomar algumas medidas. Afinal, eu tenho a mulher mais bonita do mundo. Ela é a mulher ideal para metade dos homens e mulheres do planeta e eu era o único a ter o privilégio de adormecer ao seu lado e de poder abraçá-la. Comecei a mimá-la com flores, beijos e muitos elogios. Surpreendia-a e tentava agradá-la em todos os momentos. Enchi-a de presentes e comecei a viver apenas para ela. Só falava em público a seu respeito e relacionava todos os assuntos com ela, de alguma forma. Elogiei-a a sós e em frente a todos os nossos amigos. Podem não acreditar, mas ela começou a renascer, a florescer… Tornou-se ainda melhor do que era antes. Ganhou peso, deixou de andar nervosa e ama-me ainda mais do que antes. Eu nem sabia que ela podia amar tão intensamente. E então percebi: ‘A mulher é o reflexo do seu homem’”. Bem, apesar de não concordar na íntegra com o que o senhor escreve, não posso deixar de dizer: Grande homem! Na minha opinião, não sou médica nem nada que se pareça, estes sintomas que são descritos no texto parecem-me sintomas de exaustão ou de depressão. Nada que centenas de mulheres não sintam, pelo desgaste do nosso dia-a-dia, o stress do trabalho, o tratar dos filhos, termos de ser as melhores mães do mundo e ainda por cima perfeitas, tratar da casa, estarmos bonitas, elegantes e ainda gerir a relação com o nosso marido… Muitas mulheres têm fases em que se vão a baixo, começam a não conseguir lidar bem com tudo isso e a partir daí é sempre a descer, deixam de cuidar de si, ficam tristes, deprimidas, umas mais gordas, outras esqueléticas e normalmente o que acontece, muitas vezes, nessas alturas é os maridos “cavarem”! É realmente o mais fácil e nessa fase acham que têm toda a razão do mundo, mas esquecendo-se que a base forte que existia ao início,  uma relação estável e um homem ao nosso lado, já não existe. E pensarem que se têm de esforçar e fazer algo pela mulher é impensável, pois acham que somos nós que temos de fazer esses esforços! Neste caso, o Brad abriu os olhos, percebeu a mulher que tinha ao lado e pelo facto de ainda a amar deveria fazer tudo por ela e claro, conseguiu. Nós mulheres, pensamos muito com o coração e quando ele é mimado as nossas forças voltam ao de cima e conseguimos mais rapidamente voltar a ser as super-mulheres de sempre! E foi isso que ele fez, simples não acham, bastou dar-lhe amor, atenção e carinho para recuperar a mulher que tinha. Muitos fariam precisamente o contrário. Só não me revejo no facto de ele achar que as mulheres são o reflexo do marido. Somos o reflexo de tudo o que nos rodeia, temos influências externas de todo o lado, para além das genéticas, mas nunca só do marido. Resumindo, não posso deixar de dizer “Muito bem Brad, subiste bastante na minha consideração!”. Quem me dera que existissem mais homens com esta atitude! Para os que lêem o blogue, eu sei que existem alguns, sigam este bom exemplo, porque acredito existirem muitas mulheres a passar por situações idênticas, sem receberem carinho e força do marido quando mais precisam, apenas porque fraquejaram por alguma razão que não controlam! Todos os homens deviam ler este texto e seguir-lhe o exemplo!

Beijinhos, até já, Mónica

NOTA: LEIA TAMBÉM:

Deviam existir regras para as visitas na maternidade

Há fotografias dos nossos filhos que não podem estar na internet

O dia-a-dia de uma mulher moderna

Coisas nos homens que me irritam e no meu marido não são excepção!

Boa tarde, sabe onde posso encontrar os tampões com abas?

FILHO ESCREVE CARTA AOS PAIS DIVORCIADOS

4 PASSOS PARA UMA BOA RELAÇÃO!

Carta de uma mãe com Alzheimer para a sua filha

As mulheres mais velhas a dar à luz um bebé

Dicas para disfarçar gordurinhas

 

  1. Lí o texto todo e fiquei na dúvida se iriam apagar o que vou escrever ou não. É das maiores barbaridades que já ouvi nos termos de respeito á mulher e mãe. Quem acreditar nesta estupidez é bem mais parvo do que aparenta. Acordem não se deixem levar por mentiras. Mesmo que só uma pessoa leia o que acabei de escrever consegui o meu objectivo 😛

  2. Maria

    Outubro 14

    Achei lindo o que ele disse, homens assim, penso que muitas de nós, mulheres, gostaríamos de ter, eu sou uma delas.
    beijinhos.

  3. cátia

    Abril 11

    gente, eu acho que o que ele queria dizer nao é nada do que estao a pensar mas sim, referir-se ao facto de ele dizer: “Eu nem sabia que ela podia amar tão intensamente.” e depois dizer “as mulheres sao o reflexo dos seus homens” ou seja é uma maneira de ele dizer que tambem a amava intensamente dai ela ser o seu “reflexo”.

  4. Eu achei super lindo o texto 🙂

  5. Olá, sou homem e fiquei impressionado com o modo como é fácil levar uma mulher a deixar-se convencer por meia dúzia de palavras bonitas. É claro que se tivesse sido um Zé Ninguém a escrever a mesma coisa, ninguém lhe passaria cartuxo. Permitam-me que coloque uma questão:
    Um homem que ame tanto a sua mulher, como ele diz amar a dele, não teria actuado, isto é, procurado as causas de todo o processo de degradação feminina, antes de começar a colocar o casamento em risco?
    quer-me parecer que, afinal aquilo que foi interpretado como uma declaração de amor, mais não é que um auto-elogio, pois o que transparece, deste texto, é que tudo de mau aconteceu por culpada mulher e se solucionou por mérito do homem. Amar uma mulher, de verdade, é estar ao lado dela, dia após dia, e não procurar glórias em causas alheias. Francis Rapposo Ferreira

  6. Alex

    Maio 25

    “E pensarem que se têm de esforçar e fazer algo pela mulher é impensável(…)”
    É admirável o esforço que ele fez! Não dedicou mais tempo às lides da casa nem a cuidar dos filhos para, eventualmente, retirar alguma da pressão sobre a esposa. Nada disso. Comprou-lhe flores e presentes com o pouco dinheiro que tem. Esforço admirável!
    Ler os comentários sobre este texto por parte da autora deste artigo (e das senhoras que comentaram posteriormente) leva-me a pensar que afinal as mulheres são tão interesseiras como se diz nas anedotas. O que interessa são as flores e os presentes. Não admira que prefiram os ricos.

  7. jc

    Maio 25

    E os homens não precisam?

  8. “Todas as flores devem ser regadas”
    …Também há homens que gostam de receber flores…

  9. Penso que todo este processo, tem relacionamento tanto com o marido como com a esposa.
    O peso da responsabilidade e mútuo e a cedência tem de hesistir por uma das partes.
    Finalizando e ainda em relação ao artigo (tudo é mais fácil quando o $ abunda, disso não tenham dúvidas, mas gostei)

  10. Charles

    Maio 25

    Este texto dá para os 2 sexos, quantas vezes os homens se vão abaixo e a mulher pede o divórcio…”A mulher é o reflexo do seu homem” ??? como é e “Por detrás de um grande homem há sempre uma grande mulher” na realidade o casamento devia de ser um equipa, hoje há muito egoísmo da parte das mulheres e dos homens também..

  11. Ana

    Maio 25

    Olá Mónica, às vezes consigo algum tempo para vir espreitar o seu blogg, hoje foi um desses dias. Sobre o tema só posso dizer que alguns dos comentários estão certos, o dinheiro faz mesmo muita diferença. E para ser sincera também não acredito que tenha sido mais atenção da parte dele ou as flores que a tenham tratado. Acho que isto é um “golpe” de marketing.
    Este tipo de assuntos só valem pelos reacções que despertam e foi engraçado ver que a maior parte dos comentários é de homens e alguns até são de elogiar, estes sim, não acredito que sejam “golpe” de marketing.

  12. Eu

    Maio 25

    Independentemente de aparentar existir um auto-elogio do Brad, ou de ter comprado coisas em vez de a ajudar na lida da casa ou de ter deixado que a mulher tenha chegado àquele ponto, ou de haver ou não reflexo entre um e outro, a lição a reter é que ele focou-se nela, deu-lhe atenção, dedicou-se ainda mais a ela e fê-la sentir-se amada e importante. A lição é o Amor que ajuda a curar.

  13. Mais uma vez se confunde a ficção com a vida real. É próprio de quem não tem mais nada para fazer.

  14. Li este artigo com toda dedicação e carinho que me mereceu.
    Penso que a caminhada da mulher é o reflexo do excelente trabalho feito pelos dois a olhos vistos. Gosto de saber que a mulher é que manda, quando neste caso foi mandada para melhor e se o resultado é positivo porque não assumir, dado o contexto familiar, mas Amor e Carinho não faz mal a ninguém.

  15. Ana Silva

    Setembro 28

    Só tenho um comentário a fazer e o mesmo engloba homens e mulheres : o amor é como as flores ou tudo o que é verde na natureza tem que se lhe dedicar tempo regar acarinhar deixar apanhar sol proteger das intempéries e sobretudo saber fazer concessões q/b e ter doses maciças de paciência de parte a parte pois nada do que tem valor na vida se consegue sem
    esforço e espírito de sacrificio.

    e respondendo ao sr Alex quem misturar dinheiro nesta equação não gosta muito de si nem do seu companheiro/a

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *