Top 5 dicas para ser uma consumidora consciente

Janeiro 14
No comments yet

Olá, olá! Top 5 dicas para ser uma consumidora consciente! Hoje em dia, as preocupações com a sustentabilidade estão na moda e ainda bem! E foi por isso que pensei em juntar as duas coisas: sustentabilidade e moda, e dar-vos umas dicas sobre como consumir de forma consciente. Minimizar na utilização de recursos e contribuir para um mundo melhor acaba por ser mais fácil do que parece, mesmo numa área que não ter nada a ver com isso, como a moda. É claro que isto não são regras e nem eu própria as sigo à risca (mas vou tentando). São apenas algumas dicas para quem se preocupa com o futuro e quer incluir essa preocupação na sua vida. Ora vejam e digam lá se não faz sentido.

Tentem perceber onde a roupa foi manufacturada e privilegiem as peças feitas na Europa ou USA, onde o risco serem o resultado de exploração no trabalho é menor. Tentem também informar-se onde são as fábricas das suas marcas favoritas!

consumir conscientemente

Invistam mais em poucas peças de melhor qualidade, do que em várias de baixa qualidade. Vale mais gastar algum dinheiro em poucas peças que vão durar muito mais tempo e nunca passam de moda, do que comprar muita roupa que já não vai usar passada uma estação. É claro que isto é mais fácil dizer do que fazer!

consumir consciente

Invistam em materiais orgânicos e naturais, como a lã, o linho ou o algodão, pois não provocam tanta poluição a produzir e até são melhores para quem tem a pele sensível!

consumir consciente

Já pensaram em comprar peças em segunda mão? Há lojas com roupas que parecem nunca ter sido usadas e é uma óptima forma de garantir que ninguém vai ter uma peça igual. É também uma forma de reutilizar e evitar o desperdício.

consumir consciente

Procure peças de designers nacionais. Isto é óptimo para ajudar a economia nacional. Além disso, são os pequenos designers e ateliers artesanais que têm as peças únicas e mais loucas que vão fazer um vistão!

consumir consciente

O que acham destas dicas? Eu acho que tudo deve ter conta, peso e medida. Algumas destas dicas podem não ser as opções mais baratas, mas penso que são coisas boas a ter em mente quando vamos às compras!

Beijinhos,

Mónica

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resolva esta operação (para sabermos que é humano) *